Maior Consciência, Menor Culpa

Reunião de Prancheta J8J  25/07/2020

Juliano: Sábado, 25 de julho de 2020, reunião na minha casa, Pedro Clarismundo Fornari, 1080, Bloco , ap. 32, estando presentes, encarnados, apenas eu e a Juliana. Nós vamos nos envolvendo então nas forças das energias cósmicas canalizadas para essa mesa, cercando toda nossa casa com energia protetora criando ambiente seguro confortável que reúna os amigos que já estão presentes, desde o cânticos do louvor, trabalhando com as energias para operar toda comunicação e interação, todo intercâmbio da noite de hoje. Nosso agradecimento ao Todo, pelo seu fluxo inextinguível, ininterrupto, eterno e absoluto que move todas as coisas, em todos os seres, por todo o Universo, por todos os multiversos e dimensões, nosso agradecimento, nossa reverência, nossa adoração. Nós o adoramos porque reconhecemos ainda uma centelha daquilo que Ele o é, o grande braço que sustenta todo o Universo, a grande força que reúne os átomos, que gera todo movimento no Universo, nós o adoramos. Nós reconhecemos quem ele é, o Pai de todas as coisas. O Todo em tudo. Ainda que se tudo fosse somado não representaria o que Ele é, porque Ele está para além de tudo. Tudo que há é uma exteriorização do seu pensamento, no qual nós estamos mergulhados e contidos. Nele somos, nos movemos e existimos. E, porque nos sentimos seguros na noite de hoje, nós o adoramos, nós o reconhecemos, nós o identificamos, identificamos sua presença em nós. Que seja o ambiente dessa casa, esta noite, como em todos os dias, um ambiente de reconhecimento do seu amor, da sua energia, do seu fluxo, nos envolvendo, nos transformando, nos livrando de toda a culpa, substituindo toda amargura, todo o ressentimento, pelo seu amor. Permitindo que esse amor derramado em nós, na noite de hoje, nos cure, nos transforme, nos faça homem e mulher cada vez mais livres. Nosso agradecimento também, pela colaboração, pela gentileza, pela facilitação e pelo cuidado da equipe espiritual que se apresenta, que nos acompanhou ao longo dessa semana com o Lorenzo aqui e também na assinatura da nossa casa, no início desse novo passo, desse novo ciclo após 8 meses. Obrigado pelo patrocínio sempre presente de vocês. Obrigada porque nós farejamos o caminho que nós vamos trilhar juntos, obrigada porque nós farejamos os próximos passos, obrigada porque nós temos dentro de nós esse senso de sentido, de orientação, de comunhão, de cumplicidade, de compromisso, de missão.

“Francisco Martins. Joseph Lindenderg”

Juliano: Boa noite senhores, reunião de mesa branca hoje.

“Risos na prancheta”

Juliano: Reunião de mesa branca, do jeito que o véio gosta (rs) É isso que o velho gostaa.. é isso que o velho querr…

“Só você, meu”

Isso é o Francisco. Como é essa música? “É isso que o velho gosta, é isso que o velho quer…” Como é isso mesmo?

Juliana: Eu não sei não..

Juliano: Nossa, isso é caipira… Vou fazer uma paródia pro General.. “Reunião de mesa branca, é isso que o velho gosta…”

Juliana: Palhaço…

“Façam dos seus dias exemplos de amor, cumplicidade, respeito e alegria. O amor é alegre. A missão é fruto. “Félix”, felicidade. O sorriso é o signo sinal da presença do Todo em vós. Que a alegria habite desde já a nova casa que hoje existe no mundo das ideias e virá a ser materializada pela vontade e pelo amor. Façam dessa obra, e todo seu processo, uma arte hermética, um ritual sagrado da magia do amor. Será um pouso seguro para vocês e para o pequeno, quando o tempo chegar. Aos pés da serra, cada vez mais. Fernando diz que acompanhará a obra e levará consigo alguns amigos ligados a linhas indígenas para consagrar o solo e preparar a estrutura dessa nossa nova oficina de trabalhos. Um passo de cada vez e chegaremos juntos mais longe. Um beijo a vocês, Olímpia”

Juliana: Quem é Fernando?

Juliano: Nossa, Fernando é um espírito que a gente encontrou lá na casa da serra. Aquele que trabalhou na construção naquela casa da serra. Ele apareceu pra gente na primeira reunião que fizemos lá, em 2017.. 2018. E ele apareceu depois, na época do trabalho do Chico, acompanhou bem.

(Star Language)

“Ah se vocês pudessem imaginar o que esses mantras espontâneos geram na dimensão em que nos encontramos, eu garanto que não desperdiçarem um minuto sequer de voz e saliva. A reverberação do som entoado com a magia com coração chega a esferas superiores e estremece as dimensões sutis. Por isso, é fonte de autocura e harmonização tão poderosa. Pratiquem e sejam dóceis ao fluxo da energia cósmica que não é outra coisa senão veículo e expressão do amor do Todo. Deixem-se levar mais e mais. Que a música seja o trampolim dimensional de tal jornada vibratória. Beijinhos de sempre, Olívia”

“O ser humano e o seu apego às dicotomias fantasiosas. Veja, meu querido Juliano, como o mecanismo da culpa ainda funciona dentro de você. Sentindo-se tão incapaz e inadequado, em nosso momento, porque não pôde fazer seu diário espiritual como manda o protocolo. Acontece, meu querido, que este senso de inadequação é fruto da velha ilusão de que espiritualidade é um rito religioso, quando, na verdade, é um aspecto que permeia a vida e o organismo humano. Espiritualidade é vida cotidiana vivida com consciência espiritual. Cada vez que você pôde e pode dizer ao Lorenzo, ou a Juliana, que os ama e o fizer sinceramente, eis a espiritualidade, em verdade. É tudo uma questão de consciência da operação do princípio de correspondência. Maior consciência, menor culpa, maior autenticidade. Um grande abraço, Joseph Lindemberg com o amigo Amaury Castanho”

Juliano: Aí que lindo

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.