Férias do Lorenzo

Em meditação | Dia XLIX

18.07 Muita gente procura Deus em retiros espirituais, peregrinações, viagens iniciáticas ou rituais. Para mim, DeiDei já é de casa. Parei no sofá, eu meio a vida de casa que corria como sempre e simplesmente meditei, avisando a turma que faria, afinal, DeiDei já é de casa. Em todos os ruídos, do desenho do Lorenzo ao secador da Juliana, no ronco do Fred ao vizinho que chega do trabalho, DeiDei está em todas as coisas. Tudo o que poderia me trazer irritação ou desviar minha atenção é, na verdade, um convite à contemplação: Deus se move em tudo e em todos a todo momento. Ele está camuflado na vida, nas relações, nos movimentos.

A brincadeira de uma criança é um retrato falado de Deus. Quando tudo que há é uma só coisa, uma só unidade (a caixa de brinquedos), a criança espalha tudo para começar a criar. Juntos todos os brinquedos são uma coisa só. Para que a individualidade surja e cada brinquedo ocupe seu lugar, a criança os espalha todos. E alí ela é Deus Criador. No final do dia, todas as individualidades são reunidas numa unidade: a caixa de brinquedos, para no dia seguinte manifestarem a nova criação.

Mergulhei tão fundo nesta contemplação e tal foi meu estado de imobilidade que minhas têmporas e coronário se eletrizariam de um jeito que me era possível ouvir o sangue pulsando na têmpora direita.

Em meditação | Dia L

19.07 Meditei antes de começar o dia e adentrei este mistério: O Reino de Deus não é um lugar, um estado nação, um plano de governo ou de justiça social. O Reino de Deus é um ESTADO DE CONSCIÊNCIA, que pode sim afetar todos os outros aspectos.

Em meditação | Dia LI

20.07 Meditei após o almoço. Henrique, amigo do Lorenzo está passando o dia aqui.

Em meditação | Dia LII

21.07 Meditei antes de começar o dia de trabalho, na sala. Lorenzo assistindo TV. Me ocorreu o prazer de simplesmente estar junto. Percebi que a meditação para mim é simplesmente um estado de consciência do “juntos”. Recordei momentos em que fui assaltado pela ilusão da solidão e quão dolorosos foram. É libertadora a consciência de que juntos somos, nos movemos e existimos no Todo, segundo a Realidade Única que a tudo permeia e tudo chama a existência. Superar a ilusão da solidão e da separatividade é superar a fonte do medo, pai de todos os enganos.

Em meditação | Dia LIII

22.07 Meditei antes de dormir, já na cama do Lorenzo, abraçado com ele.

Em meditação | Dia LIV

23.07 Meditei hoje antes de estudar e me lembrei da noite de ontem. André, Giza e Mariana foram embora perto da meia noite e eu fui arrumar a louça. Levei Lorenzo para cama e disse que me esperasse ali enquanto cuidava da cozinha. Minha esperança era que ele dormisse, uma vez que estávamos todos cansados.

Havia colocado meu despertador para tocar 10 pra meia noite me lembrando de meditar. Começo a lavar a louça e em poucos minutos ele desce e me encontra na cozinha animadíssimo. Ficou comigo o tempo todo. Nada conversamos. Eu olhava para ele e ele sorria para mim. Respondia ao sorriso dizendo “te amo filho”. Assim fomos até as 10 pra uma da manhã. Ele ficou comigo até a última faca ser lavada.

Subimos para o quarto e deitamos abraçados e enroscados um no outro. Ali mesmo me entreguei a meditação. Minha sinusite estava atacada junto com a garganta inflamada da semana. A força do corpo me traía mas meu espírito se escontrara ali mesmo com DeiDei. Revendo mentalmente os flashs da noite passada em meditação, fluiu em mim o nome daquela experiência: CUMPLICIDADE. Eu trabalhei durante todo o dia, fomos tomar um sorvete no final da tarde e logo corremos para organizar o jantar. Pouco tempo coube a nós. Mas ele esperou até as 10 pra uma da manhã quando finalmente pudemos ser somente ele e eu JUNTOS. Nenhuma palavra foi necessária. Apenas um mágico momento no tempo onde fomos que somos, e ser quem se é, JUNTOS, foi o bastante pra nós.

Ao nos tornar pais, Deus nos ensina nuances da arte de ser seus filhos. A parentalidade é essa misteriosa porta interior de compreensão para o inefável amor do Todo.

Em meditação | Dia LV

24.07 Meditei a noite neste domingo. Aldo e Ro, nossos antigos vizinhos, visitaram Dona Marlene, nossa vizinha e confraternizamos um pouco. Em casa, os limites nos levaram a extravasar sentimentos ontem e a reencontrar o caminho ao amor e da parceria hoje. Amanhã finda o período de férias e as aulas retomam, a vida se encaixa no seu contexto.

Confirmado: Faremos o primeiro Mentoring EXP dia 14 e 15 de setembro. Ansiosos.

 

 

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.