Época sem festa é uma época sem comunidade

“A época sem festa é uma época sem comunidade. Hoje se evoca em todo lugar a Community, mas esta é a comunidade em forma de mercadoria. Ela não deixa surgir nenhum nós. O consumo desenfreado isola e separa os humanos. Consumidores são solitários. Também a comunicação se mostra como comunicação sem comunidade. Mídias sociais aceleram a desconstrução da comunidade. O capitalismo transforma o próprio tempo em uma mercadoria. Desse modo, ele perde toda festividade. Acerca da comercialização do tempo, Debord observa que “a realidade do tempo foi substituída pela propaganda do tempo”.

HAN, Byung-Chul. Vita Contemplativa, ou sobre a inatividade. Ed. Vozes, 2023, Local 88

Considerações sobre a inatividade