A crise da verdade

“A crise da verdade estremece a crença nos próprios fatos. Opiniões podem divergir fortemente umas das outras. Mas são legítimas, enquanto “respeitarem a integridade dos estados de fato aos quais remetem”. A liberdade de opinião se degrada, ao contrário, em farsa, caso perca a referência aos estados de fato e às verdades factuais.

Em 2005, o New York Times elegeu o neologismo truthiness como uma das palavras que capturam o Zeitgeist. A truthiness, algo como a “veridade”, reflete a crise da verdade. Faz referência à verdade sentida que carece de toda objetividade, de toda solidez dos fatos.”

HAN, Byung-Chul. Infocracia: Digitalização e a crise da democracia. Ed. Vozes, 2022, Local 755-759.

A crise da verdade