Reacomodar os desacomodados

“Quanto ao sonho comunitário de “reacomodar os desacomodados”, nada pode mudar o fato de que o que está disponível para a reacomodação são somente camas de motel, sacos de dormir e divãs de analistas, e que de agora em diante as comunidades — mais postuladas que “imaginadas” — podem ser apenas artefatos efêmeros da peça da individualidade em curso, e não mais as forças determinantes e definidoras das identidades.”

BAUMAN, Zygmunt.Modernidade líquida, Ed. Zahar, Local: 427.

Capítulo 1 | Emancipação

As bençãos mistas da liberdade