Sistema de segredo

“Não fosse o sistema de segredo, não existisse a organização secreta, não se submetesse a cuidadosa prova e experimentação cada um dos que têm sido guardiães dos grandes mistérios, e a Grande Luz que veio à terra nos primeiros trinta anos da Era Cristã teria desvanecido quando da Ascensão de Jesus- o Cristo, e hoje, os ensinamentos e práticas que Ele tornou magnificamente reais e universalmente aplicáveis às necessidades do homem se teriam perdido, a Humanidade teria recaído nos erros do passado e o mundo estaria hoje sem o mais tênue vislumbre daquela Grande Luz.”

LEWIS, H. Spencer. As Doutrinas Secretas de Jesus. Rio de Janeiro: Biblioteca Rosacruz, V. II, Ed. Renes, 1983, p. 37.

Apocalipse de Elias

“Em muitas listas, escritos e papéis dos antigos escritores eclesiásticos, encontra-se a menção de um “Apocalipse de Elias”, apócrifo, havendo citações do mesmo em Coríntios (1) 2:9, e outras passagens da Bíblia. O antigo Livro de Elias ou Apocalipse de Elias era conhecido pelos místicos da Grande Fraternidade Branca, sendo do conhecimento de todos os Rosacruzes Orientais que se trata de um registro muito sagrado da antiga história e dos ensinamentos dos Essênios e Nazarenos. Nos primeiros séculos da Era Crista e durante a vida de Jesus, o Apocalipse de Elias era bastante conhecido e utilizado nas aulas dos membros mais avançados da organização. Mas, como ocorreu com muitos outros registros valiosos e iluminadores, relativos aos ensinamentos mais secretos, o Apocalipse de Elias deixou de pertencer ao domínio público e se “perdeu”.”

LEWIS, H. Spencer. A Vida Mística de Jesus. Curitiba, PR: AMORC, 2001, p. 137.