A vida como imanência

“A vida como imanência é uma capacidade que não age. Por isso, ela é um “imanente que não está em nada”, pois ela não está submetida a nada e não depende de nada. A vida se relaciona a si mesma e repousa em si mesma. A imanência caracteriza uma vida que pertence a si mesma, que basta a si mesma. Esse bastar-a-si-mesmo é a beatitude.”

HAN, Byung-Chul. Vita Contemplativa, ou sobre a inatividade. Ed. Vozes, 2023, Local 346.

Considerações sobre a inatividade