A vida do sobreviver

“A vida hoje se transformou num sobreviver. A vida enquanto um sobreviver acaba levando à histeria da saúde. A pessoa sadia irradia paradoxalmente um quê de morbido, algo de sem-vida. Sem a negatividade da morte a vida enrijece em morte. A negatividade é a força vital da vida.”

HAN, Byung-Chul. Sociedade do Cansaço. Ed. Vozes, 2022, Local 967.

Anexos: Tempo de celebração-a festa numa época sem celebração