O destino de nossa jornada, a segurança de nossos passos e a força que nos faz mover

A medida em que nos movemos juntos pelos anos, nossa consciência disfruta mais ampla compreensão dos entrosamentos de nossas histórias pessoais com o movimento do Círculo; este movimento que foi imaginado no coração do nosso mestre é também a casa para tantos viajores que peregrinam sobre a face do planeta Terra em busca de sentido e significado para suas existências.

Somos um povo em trânsito, somos espíritos em transição! Nossa busca é completamente envolvida pelas emanações do TODO, que não é outra coisa senão o destino de nossa jornada, a segurança de nossos passos e a força que nos faz mover.

Estamos satisfeitos com o andamento de nosso planejamento e, por mais ousadas que pareçam algumas metas, temos de persegui-las sabendo que a verdadeira iniciação reside na jornada e não em seu destino final.

Tenho procurado visitá-lo sempre que posso para praticarmos esse tipo de telementação onde partilhamos do mesmo aparelho fônico, pois eu sei e você sabe que em futuro próximo será necessário liderar de perto os companheiros que se dispuserem a colaborar efetivamente com o Círculo. Precisamos, para isso, de musculatura psicofônica, meu jovem; não há o outro caminho.

Avancemos sempre, pois o melhor ainda está por vir.

General Uchôa

Nota: Psicofonia por ditado, utilizando o iMac.

Sobre os ciclos do Círculo

Estava eu em meio a observação do flipchart com “n” ideias quando Olívia se aproximou e disse:

Ciclos menores sempre são parte de ciclos maiores, assim como a jornada de um é a jornada da sociedade humana. Entenda os ciclos menores e antecipe a sequência dos ciclos maiores. Eis o segredo do nosso planejamento!

Olívia

 

25.000 anos atrás

A primeira forma de magia foi talvez a variedade simpática. Coisas parecidas tinham efeitos parecidos, prensava-se; semelhante atrai semelhante. Se fizessem uma estatueta de um bisão em argila e de tamanho natural e ela fosse “atacada” e “morta”, então  a caá a um bisão de verdade também terminaria na morte do animal.

Buckland, Raymond. Livro completo de bruxaria de Raymond Buckland: tradição, rituais, crenças, história e prática. Editora Pensamento Cultrix, São Paulo, 2019, p. 30.