Tradição dos santos

“A tradição dos santos deriva não da Igreja, mas da insistência de certas camadas em manter seus cultos domésticos, desse modo, o culto aos santos, que só foi aceito pela Igreja no 2º Concílio de Niceia em 787dc, é uma substituição aos cultos pagãos, que em muito contribuiu para formar um catolicismo popular italiano, que era uma mistura de crenças pré-cristãs sobre a qual a Igreja não tinha controle.”

LELAND, Charles G. Aradia.O Evangelho das Bruxas, 2019, Pág. 18.