Blocos de tempo

A última coisa que pode derrubar você do bloco de tempo e não conseguir liberar a mente. Dia sim, dia não, o maior desafio a ser superado pode ser sua própria necessidade de fazer outras coisas em vez de sua “única coisa”. A vida não se simplifica no momento em que você simplifica o seu foco; a sempre outras coisas gritando para serem feitas. Sempre. Então, quando as coisas pipocarem na sua mente, apenas escrevo uma lista de tarefas e volte ao que deveria estar fazendo. Em outras palavras, engane sua mente. Depois tire a folha do caminho e da sua cabeça até que chegue a hora de fazer essas coisas.

Keller, Gary; Papasan, Jay. A única coisa. Novo Século Editora, Barueri, 2014, p. 156.

Propósito e prioridade

Viva com propósito e saber aonde quer chegar. Viva com prioridade saberá o que fazer para chegar lá.

(…) O poder do propósito em mudar nossas vidas é tanto maior quanto for o poder da prioridade com que nos conectamos a ele. Propósito sempre ore idade não tem poder algum.

Na verdade, a palavra deve vir no singular, não no plural: prioridade. Ela tem sua origem no século XIV, do latim pior, “primeiro”. Se algo era o mais importante, era uma prioridade. Curiosamente, a prioridade permaneceu sem plural até meados do século XX, quando o mundo aparentemente a rebaixou para significar algo que tem importância, surgindo, então, o plural “prioridades”.

Keller, Gary; Papasan, Jay. A única coisa. Novo Século Editora, Barueri, 2014, p. 133

Produtividade, prioridade e propósito

Pense no propósito, na prioridade e na produtividade como três partes de um iceberg. Com tipicamente apenas um dono de sua massa cima da água, o que você vê é a ponta de tudo que existe ali. É exatamente assim que se relacionam a produtividade, a prioridade e o propósito. Você é determinado pelo que não vê.

(…) Nossas intenções determinam nossas prioridades, e nossas prioridades determina uma produtividade de nossas ações.

Keller, Gary; Papasan, Jay. A única coisa. Novo Século Editora, Barueri, 2014, pp. 120-125