O Universo Inteiro Move-se

“Tantos duvidam do céu porque não podem vê-lo! Todavia, não duvidam da brisa apenas porque ela é invisível. Ela se faz conhecer por seu som, pela sensação sobre a pele e pelo movimento das folhas e de outros objetos. O universo inteiro vive, move-se e respira por causa da invisível presença de Deus nas forças celestiais que estão por trás da matéria.”

YOGANANDA, Paramahansa. A Segunda Vinda de Cristo, A Ressurreição do Cristo Interior. Comentário Revelador dos Ensinamentos Originais de Jesus. Vol. I. Editora Self, 2017, pág. 282.

Capítulo 13: O segundo nascimento do homem: o nascimento no Espírito – Diálogo com Nicodemos, parte I.

Não Crie

“A primeira instrução de prática que Rinpoche me deu foi: “Não crie”. Ele me disse: “Deixe sua mente em seu estado natural – não faça nada. Quando pensamentos e sensações surgirem, apenas deixe que surjam. Quando eles se forem, apenas os deixe ir. Não tente manipulá-los“. E depois partiu para o Tibete por seis meses…”

MATTIS-NAMGYEL, Elizabeth. O Poder de uma Pergunta Aberta: o caminho do Buda para a liberdade. Teresópolis, RJ: Lúcida Letra,  2018, p. 148.

Ninguém Pode Ferir Você

“As pessoas não têm o poder de ferir você (…) Se alguém o irrita, a única coisa capaz de irritá-lo é a sua própria irritação. Portanto, quando aparentemente alguém estiver provocando você, lembre-se que é apenas a sua avaliação do incidente que causa essa sensação. (…) Tente simplesmente não reagir no momento. Afaste-se da situação. Procure ter dela uma visão mais ampla.”

Epicteto. A arte de viver/ Epicteto; uma nova interpretação de Sharon Lebell. Sextante, Rio de Janeiro, 2018, p. 49.

Árvore e Transmutação

“Se você alguma vez se sentir completamente esgotado, se estiver zangado ou tenso, saia ao ar livre e sente-se junto a uma árvore. Escolha uma árvore frondosa, sólida (carvalho e o pinheiro são boas opções), sente-se no chão, com as costas eretas, e se encoste no tronco. Feche os olhos e relaxe. Você sentirá uma mudança gradual em seu corpo. Sua tensão, sua raiva e seu cansaço vão desaparecer. É como se a árvore drenasse tudo isso de você e substituísse esse mal-estar por uma sensação crescente de calor, amor e conforto. Esses sentimentos vem da árvore. Aceite-os e regozije-se. Fique sentado ali até se sentir renovado. Então, antes de ir embora, fique de pé com os braços ao redor da árvore e a agradeça.”

Buckland, Raymond. Livro completo de bruxaria de Raymond Buckland: tradição, rituais, crenças, história e prática. Editora Pensamento Cultrix, São Paulo, 2019, p. 46.