O terror do igual

“O terror do igual abrange, hoje, todas as esferas da vida. Viaja-se [Man fährt] para todos os lugares, sem se ter uma experiência [Erfahrung]. Tornamo-nos familiares [Man nimmt Kenntnis] com tudo, sem chegarmos a um conhecimento [Erkenntnis]. Acumulam-se informações e dados, sem se chegar a um saber. Cobiçam-se vivências e estímulos, nos quais, porém, se permanece sempre igual a si mesmo. Acumulam-se Friends e Followers, sem nunca se encontrar com o outro. Mídias sociais representam um estágio de atrofia do social.

Elas nos emaranham em uma fita do eu e nos levam, por fim, a uma “autopropaganda que nos doutrina com nossas próprias ideias”

Nota: Buble filter

HAN, Byung-Chul.A expulsão do outro: Sociedade, percepção e comunicação hoje. Ed. Vozes, 2022, Local 64-70.

Terror do igual

A proliferação do igual

“São oferecidos aos consumidores aqueles filmes e séries que correspondem ao seu gosto, que eles, portanto, curtem. Eles são, como gado de consumo, engordados com o sempre novo igual.

A proliferação do igual não é apenas cancerígena, mas comatosa. Ela não esbarra em nenhuma defesa imunológica. Assiste-se até se chegar à inconsciência.”

HAN, Byung-Chul.A expulsão do outro: Sociedade, percepção e comunicação hoje. Ed. Vozes, 2022, Local 49-51.

Terror do igual