Desalojar Demônios Imputros

“Um corpo humano comumente não pode alojar um outro ser junto com o seu (exceto no caso de uma gestante); mas pessoas espiritualmente habilitadas são capazes de discernir casos autênticos de possessão espiritual, porque dentro do indivíduo possuído podem contemplar, por meio de seus poderes psíquicos, o corpo astral do visitante invisível lado a lado com o corpo astral do hospedeiro. O único modo pelo qual um leigo pode identificar um caso de possessão por espíritos é pela análise dos diferentes estados de paroxismo e de comportamento violento a que está sujeito o possesso. Quem está possuído por maus espíritos demonstra usualmente uma força física incomum, olhos avermelhados, uma expressão inexplicavelmente estranha e ausência de conduta normal.

(…)

Se a possessão por demônios impuros ou espíritos desencarnados prossegue por muito tempo, grande dano ocorre no cérebro, na mente e nos órgãos sensoriais do indivíduo possuído, trazendo a ameaça de uma insanidade permanente.

(…)

É necessário ter uma forte concentração e divino poder de vontade para desalojar um mau espírito. Quem tem força espiritual dinâ mica pode expulsar a entidade olhando-a de maneira constante nos olhos do indivíduo acometido, utilizando um firme e silencioso poder de vontade de forma contínua, enquanto ordena internamente ao mau espírito que se vá.

Ao sussurrar “Om” repetidas vezes no ouvido direito de um indivíduo possesso, o espírito maligno terá que partir. As almas perdidas, vindas das obscuras regiões astrais inferiores, não podem suportar a vibração elevada da consciência e pensamentos espirituais. A pronúncia de nomes e palavras sagradas, especialmente Om, Om, Om, no ouvido de indivíduos possessos geralmente traz uma resposta rápida e amedrontada (…)”

YOGANANDA, Paramahansa. A Segunda Vinda de Cristo, A Ressurreição do Cristo Interior. Comentário Revelador dos Ensinamentos Originais de Jesus. Vol. I. Editora Self, 2017, pág. 444-445.

Capítulo 24: A expulsão de demônios.

Faculdade Intuitiva

“Quando a inquietude mental se acalma e a consciência é interiorizada, em contato com a alma, a faculdade intuitiva capaz de revelar Deus é despertada.”

YOGANANDA, Paramahansa. A Segunda Vinda de Cristo, A Ressurreição do Cristo Interior. Comentário Revelador dos Ensinamentos Originais de Jesus. Vol. I. Editora Self, 2017, pág. 336.

Capítulo 18: Adorar a Deus “Em Espíto e em verdade”. A Mulher de Samaria, Parte II.

Poder Mental

“Como Jesus conhecia os detalhes íntimos da vida da mulher de Samaria? (…) Se uma pessoa mantém a mente em absoluta quietude, livre das oscilações dos pensamentos agitados, ela pode refletir em seu interior os pensamentos que passam pela consciência de outra pessoa. Isso é possível somente quando se domina a arte de subjugar os próprios pensamentos pelo tempo que se deseje; então, no filme virgem da mente, é possível “fotografar” qualquer pensamento que esteja na mente consciente de outro indivíduo.

É necessário maior poder mental para conhecer as experiências registradas em pensamentos que se ocultam na subconsciência de outras pessoas. Pensamentos subconscientes são aqueles que permanecem debaixo da mente consciente, ocultos por trás de suas portas fechadas. Projetando-se conscientemente a própria mente subconsciente na mente subconsciente de outra pessoa, podem-se conhecer os tabloides de experiências ali confinadas como pensamentos. Isto é possível quando, por meio do método correto de concentração, somos capazes de nos aprofundar em nossa própria  subconsciência e sentir as experiências ali armazenadas sem a intrusão ou influência de pensamentos da mente consciente.”

YOGANANDA, Paramahansa. A Segunda Vinda de Cristo, A Ressurreição do Cristo Interior. Comentário Revelador dos Ensinamentos Originais de Jesus. Vol. I. Editora Self, 2017, pág. 330.

Capítulo 17: A Mulher de Samaria, Parte I.

Medite Regularmente

“Medite regularmente por meia hora toda manhã e por meia hora antes de dormir à noite. Sente-se tranquilamente depois da meditação, sentindo uma paz inalterável. O sentimento que faz você desfrutar da paz durante ou após a meditação profunda é chamado de “intuição”.”

YOGANANDA, Paramahansa. Como Despertar Seu Verdadeiro Potencial. Ed. Pensamento. Versão Kindle, 2019, Posição 990.

Técnicas de Meditação

“Sente-se ereto, com as escápulas ligeiramente aproximadas, peito para fora, barriga para dentro, mãos nas junturas das coxas com o abdome. Concentre-se no ponto entre as sobrancelhas.”

(…)

“Concentre-se no ponto entre as sobrancelhas. Expire, inspire lentamente pelas narinas, segure a respiração, conte de um a doze e sinta toda a energia juntando-se no ponto entre as sobrancelhas. Expire lentamente; e, lentamente, inspire pelas narinas, segure a respiração e conte até 25. Expire lentamente. Inspire lentamente pelas narinas, segure a respiração e conte até quarenta, sentindo a energia no ponto entre as sobrancelhas. Expire lentamente. Agora esqueça a respiração e concentre-se no ponto entre as sobrancelhas.”

(…)

“Você pode praticar esta técnica a qualquer hora. Onde quer que esteja, sente-se com a espinha ereta e relaxe totalmente. Feche os olhos (ou fixe, com eles semicerrados, o ponto entre as sobrancelhas). Em seguida, com calma profunda, observe mentalmente sua respiração sem controlá-la, à medida que entra e sai de seu corpo. Ao inspirar, mova o dedo indicador da mão direita para dentro, na direção do polegar, e mentalmente (sem mexer a língua ou os lábios), entoe “Hong”. Ao expirar, estenda o dedo indicador e entoe mentalmente “Sau”. (O
objetivo de mover o dedo indicador é tornar mais eficiente a concentração e diferenciar a inspiração da expiração.) Não tente, de maneira alguma, controlar mentalmente a respiração. Antes, assuma a atitude serena do observador silencioso, acompanhando o fluxo natural da respiração à medida que ela entra e sai do corpo.”

(…)

“As palavras sânscritas Hong e Sau têm força de mantras. A expressão básica Aham saha significa “Eu sou Ele”.”

(…)

“Sua atenção, primeiro, deve concentrar-se nessas bombas que são os pulmões e o diafragma. Concentre-se então nos movimentos físicos que elas produzem. Aos poucos, à medida que a mente se acalma, desvie a atenção do corpo para a respiração em si. Conscientize-se do ar que entra pelas narinas.”

(…)

“Depois, já totalmente calmo, sinta o ar penetrando na cabeça, pelo ponto entre as sobrancelhas — a verdadeira sede da concentração no corpo.”

YOGANANDA, Paramahansa. Como Despertar Seu Verdadeiro Potencial. Ed. Pensamento. Versão Kindle, 2019, Posição 833-903.

A Paz, o Idioma de Deus

“O indício absolutamente seguro da presença divina é uma paz viva e consciente em seu íntimo. Quanto mais você se concentrar, e mais profundamente, mais rápido será o aumento dessa paz, que é o idioma de Deus.”

YOGANANDA, Paramahansa. Como Despertar Seu Verdadeiro Potencial. Ed. Pensamento. Versão Kindle, 2019, Posição 811.

Força Vital na Meditação e Maus Hábitos

“Na meditação, a mente retira a força vital dos músculos e nervos, concentrando-a nas células do cérebro, onde os maus hábitos mentais estão entranhados. Essa energia vital concentrada no cérebro elimina as ondas dos hábitos mentais ali alojados.”

(…)

“A preguiça é extremamente prejudicial às conquistas espirituais.”

(…)

“(…) o homem espiritual tem de estar absolutamente livre do ócio mental ou físico.”

YOGANANDA, Paramahansa. Como Despertar Seu Verdadeiro Potencial. Ed. Pensamento. Versão Kindle, 2019, Posição 135-147.

Fluxo de Capital e Pensamento

“E aqui vai a condição primária para o sucesso, o grande segredo: concentre sua energia, seu pensamento e seu capital exclusivamente no negócio que você está engajado. Tendo escolhido uma linha, descida lutar para reproduzir essa linha, para ser o melhor nela, adote cada melhoramento, tenha o melhor maquinário e saiba o máximo sobre ela. As firmas que falham são as que espalham o seu capital, o que significa espalhar também a sua mente. Investem nisso, naquilo, ou em outro, aqui, lá, em todo lugar. O ditado “não coloque todos os ovos numa única sexta” está errado. Eu digo: “coloque todos os ovos numa única sexta; depois fica de olho nela”. Olha o redor e ficar atento; homens que fazem isso não costumam fracassar. É fácil cuidar de uma cesta e carregá-la. É carregando cestas demais que muitos ovos são quebrados neste país.”

Andrew Carnegie citado por Keller, Gary; Papasan, Jay. A única coisa. O Foco Pode Trazer Resultados Extraordinários Para Sua Vida. Novo Século Editora, Barueri, 2014, p. 96.

A Ilusão do Multitarefas

” (…) Embora convencessem a si mesmos e ao mundo de que eram bons nisso, havia um pequeno problema. Citando Nass: ” Multitarefeiros eram medíocres em tudo“. (…) Fazer muita coisa ao mesmo tempo não é eficiente nem efetivo. (…)

Achamos que conseguimos. E, então, achamos que devemos. Crianças mandando torpedos enquanto estudam, ouvindo música ou assistindo a TV. Adultos dirigem e falando ao telefone, comendo, maquiando-se ou até se barbeando. Fazem algo numa sala enquanto conversam com outra pessoa, em outra sala. Todos têm os smartphones em punho antes mesmo de pôr os guardanapos no colo. Não é que temos tempo de menos para fazer todas as coisas que precisamos fazer; é que sentimos que precisamos fazer coisas demais no tempo que temos. Então duplicamos e triplicamos, na esperança de dar conta de tudo.

(…) Pesquisadores estimam que os trabalhadores são interrompidos a cada 11 minutos e, no fim, perdem quase um terço do dia recobrando-se dessas distrações.

(…) Ao dirigir, até uma simples conversa ao telefone rouba 40% do nosso foco e, surpreendentemente, pode ter o mesmo efeito que dirigir alcoolizado.

Keller, Gary; Papasan, Jay. A única coisa. O Foco Pode Trazer Resultados Extraordinários Para Sua Vida. Novo Século Editora, Barueri, 2014, pp. 43-49.