Carta de suporte

Meus queridos amigos, filhos do coração,

Eu escrevo essa breve carta para lembrá-los de que todos somos livres nos caminhos ascensionais que resolvemos trilhar, e não obstante aos planos da espiritualidade maior, das esferas mais elevadas, ainda assim, encontramos pela frente diversos obstáculos que hão de escalonar-se na mesma medida em que cresce a relevância do nosso trabalho e a luz que emana de nossa escola.

Nós não passaremos irrelevantes ou imperceptíveis, e isto por si só é razão para despertar a fúria de forças hábeis mas ainda ignorantes das verdades maiores.

Lembrem-se que todo inverno iniciático é precedido por esse tipo de aparente chateação. contudo, não olvideis os vossos olhos de contemplar mais amplos horizontes nas linhas da Infinita Sabedoria que em tudo sempre nos socorreu. O Alto é por nós! E coisa alguma há de nos reduzir ou roubar o lugar que nos cabe.

Vamos em frente e com coragem!

G. Uchôa

Está tudo bem chorar pelas desavenças e aliviar o coração diante da aspereza com que os contrastes da vida se apresentam, por vezes até revestidos de falácias e calúnias dolorosas.

Está tudo bem!

Está ainda melhor colher da dificuldade o seu fruto e renovar o sentir que nos coloca em sintonia. Fizeram isso aos que te precederam. Farão isso aos que te sucederem. Trabalhador algum fica sem a justa medida dos seus pagamentos em dia. Nosso patrão é justo e bom. Confie menino!

Olívia

 

A força do propósito

Diante de um homem que não se deixa desviar por sentimentos provocados pelas superfícies daquilo que ver, mas responde corajosamente a dinâmica de sua própria natureza – um homem que, como descreve Nietzsche, é “uma roda que gira por si mesma” – , as dificuldades se dissolvem e a estrada é imprevisível vai sendo formada a medida que ele caminha.

Campbell, Joseph. O herói de mil faces. Pensamento, São Paulo, 2007, pp. 330-331.

Oportunidades e Crises

Cada dificuldade na vida nos oferece uma oportunidade para nos voltarmos para dentro de nós mesmos e recorrermos aos nossos recursos interiores escondidos ou mesmo desconhecidos. As provações que suportamos podem e deve nos revelar quais são as nossas forças.

Epicteto. A arte de viver/ Epicteto; uma nova interpretação de Sharon Lebell. Sextante, Rio de Janeiro, 2018, p. 37