O evangelho do desenvolvimento pessoal

“Com o evangelho do desenvolvimento pessoal de um lado, e com o culto da capacidade de desempenho, de outro, não desaparece o conflito; ele perde porém sua univocidade e já não se constitui mais num guia seguro”. Ultrapassando a tese de Ehrenberg, há que se admitir que o sujeito do desempenho não aceita sentimentos negativos, o que acabaria se condensando e formando um conflito. A coação por desempenho impede que eles venham à fala. Ele já não é capaz de elaborar o conflito, uma vez que esse processo é simplesmente por demais demorado. É muito mais simples lançar mão de antidepressivos que voltam a restabelecer o sujeito funcional e capaz de desempenho.”

HAN, Byung-Chul. Sociedade do Cansaço. Ed. Vozes, 2022, Local 810.

Anexos: Sociedade do Esgotamento