Médiuns somos todos nós

“Vemos a mediunidade em todos os tempos e em todos os lugares da massa humana. (…) Médiuns somos todos nós, nas linhas de atividade em que nos situamos. A força psíquica, nesse ou naquele teor de expressão, é peculiar a todos os seres humanos, mas não existe aperfeiçoamento mediúnico sem acrisolamento da individualidade.

METALURGIA
Acrisolar: tirar as impurezas de (metal precioso), purificar no crisol; copelar.

Xavier, Francisco Cândido / André Luiz. Nos Domínios da Mediunidade. Federação Espírita Brasileira, Brasília, 1955, pp. 11-18.

Cocriação é uma tendência

…André Luiz organizou essas ligeiras as páginas acerca da mediunidade, compreendendo a importância, cada vez maior, do intercâmbio espiritual entre as criaturas.

Prefácio de Emmanuel. Xavier, Francisco Cândido / André Luiz. Nos Domínios da Mediunidade. Federação Espírita Brasileira, Brasília, 1955, pp. 7-10.

Atmosferas de Luz e Sintonia

Alguns traços peculiares distinguem o nosso projeto de tantos outros. Um deles é a capacidade de criar atmosferas de luz e sintonia, capacidade essa para a qual você foi sendo treinado na Terra e em Eldorado. Isto porque é a vivência que vivifica o saber em nós, que abala carinhosamente o nosso plano mental, chamando-o à nova organização orientada para o amor.

Quando falamos de jornada de cura interior, estamos criando, em verdade, não apenas um showroom de habilidades que devem ser franqueadas e multiplicadas ao máximo, mas desejamos sobretudo avançar para o próximo nível de experiências exoconscientes no Círculo.

Daremos provas objetivas de nossa atuação “paranormal”. Programem as coisas e sigam em frente. Pe. Robert estará pessoalmente envolvido com você!

General Uchôa