Atmosferas de Luz e Sintonia

Alguns traços peculiares distinguem o nosso projeto de tantos outros. Um deles é a capacidade de criar atmosferas de luz e sintonia, capacidade essa para a qual você foi sendo treinado na Terra e em Eldorado. Isto porque é a vivência que vivifica o saber em nós, que abala carinhosamente o nosso plano mental, chamando-o à nova organização orientada para o amor.

Quando falamos de jornada de cura interior, estamos criando, em verdade, não apenas um showroom de habilidades que devem ser franqueadas e multiplicadas ao máximo, mas desejamos sobretudo avançar para o próximo nível de experiências exoconscientes no Círculo.

Daremos provas objetivas de nossa atuação “paranormal”. Programem as coisas e sigam em frente. Pe. Robert estará pessoalmente envolvido com você!

General Uchôa

Foi belíssima nossa jornada até aqui

Pois é, meu caro viajante, viajor destemido, meu companheiro e mentor de tantas horas. Hoje nos vemos aqui, de papéis invertidos por assim dizer, laborando pelas pautas dos mesmos mestres. Modéstia à parte, foi belíssima nossa jornada até aqui, digna de filme mesmo. Mas, emprestando a grade de Campbell, eu diria que mal cruzamos o limiar do mundo comum, e que o melhor realmente ainda está por vir.

Os próximos três anos trarão consigo desertos, cavernas e iniciações profundas, sobretudo com o avanço das responsabilidades que nos cabem. A escola é apenas o primeiro passo, muitos outros ainda virão!

General

Saber é o primeiro passo

A pujança de enxertos cotidianos reflete a transição das energias do inverno para o princípio da primavera, onde todos os brutos devem desabrochar, os galhos reflorescer, e as fragrâncias  impregnar de convite à vida todos os ambientes dos sítios naturais. Esta face do orbe ora se realinha com novas porções de energia e os ciclos vão se complementando e se balanceando numa quase eterna compensação.

Ainda assim, nascer requer coragem, força e empenho! Eis o desafio da consistência ao longo do tempo: tendo reconhecido o destino próximo, esquecer-se de rodar os próximos quilômetros até lá, giro à giro, metro por metro.

Saber é o primeiro passo. Mas jornadas não se fazem de um passo só. Avancemos sempre!

General

Equilíbrio x Foco

Isso é tão importante que até a sua vida pode estar em jogo. Um estudo de 11 anos com quase 7100 funcionários públicos britânicos concluiu que expedientes diários muito longos podem ser fatais. Os pesquisadores mostraram que indivíduos que trabalho mais de 11h00 por dia (55 horas por semana) tinha 67% mais chances de adoecer do coração. O balanço não se resume apenas uma questão de bem-estar; ele é essencial para viver bem.

(…) No mundo do sucesso profissional, não se trata de quanto tempo é pra você emprega; o ingrediente chave em quem você foca e se tem. Para conquistar um resultado extraordinário, você tem de escolher o que mais importa e dedicar todo tempo necessário. Isso requer ficar extremamente fora do equilíbrio em relação a outras questões do trabalho, com apenas um balanço eventual para atendê-las.

Keller, Gary; Papasan, Jay. A única coisa. Novo Século Editora, Barueri, 2014, p. 77.

Mito x realidade

Se as façanhas de uma figura histórica real proclamam-no herói, os construtores de sua lenda inventarão para ela aventuras apropriadas nas profundezas. Estas serão apresentadas como jornadas a reinos miraculosos e deverão ser interpretados como símbolos, de um lado, de descidas no mar de escuridão da psique e, de outro, de domínios ou aspectos do destino do homem que se tornaram manifestos na vida dessas figuras.

Campbell, Joseph. O herói de mil faces. Pensamento, São Paulo, 2007, p. 312.

Dissolução, transcendência ou transmutação

É assim que se alguém – em qualquer sociedade – assumir por si mesmo a tarefa de fazer a perigosa jornada na escuridão, por meio da descida, intencional ou involuntária, aos tortuosos caminhos do seu próprio labirinto espiritual, logo se verá numa paisagem de figuras simbólicas (podendo qualquer delas devorá-lo), o que não é menos maravilhoso que o selvagem mundo siberiano do pudak e das montanhas sagradas. No vocabulário dos místicos, esse é o segundo estágio do Caminho, o estágio da “purificação do eu”, em que os sentidos são “purificados e tornados humildes” e as energias e interesses, “concentrados em coisas transcendentais”; ou, num vocabulário mais moderno: trata-se do processo de dissolução, transcendência ou transmutação das imagens infantis do nosso passado pessoal. Em nossos sonhos, os perigos, gárgulas, provações, auxiliares secretos e guias ainda são encontrados à noite; e podemos ver refletidos, em suas formas, não apenas todo o quadro da nossa presente situação, como também a indicação daquilo que devemos fazer para ser salvos.

Campbell, Joseph. O herói de mil faces. Pensamento, São Paulo, 2007, p. 105.