Transformação da Matéria

“É que, dominando as Mecânicas Quântica e Ondulatória o que se passaria na infra estrutura atômica, é na atualidade conceituação pacífica ser o elétron corpúsculo e onda, o que significa ou melhor significará admitir-se como plenamente científico ser, em última análise, a matéria corpúsculo e onda. Ora, sabemos que o elétron possui carga elétrica e massa, expressando condição de básico elemento de estrutura íntima e última da matéria. Na verdade, o seu comportamento, em órbita ditada pelo “Quanta” de Energia, e, em razão desse próprio “Quanta”, às vezes saltando para outras órbitas, conjugando-se com tantos outros, sob a mesma lei, dita as mutações da própria matéria conhecida, transformando-se um elemento químico em um outro.”

UCHÔA, Alfredo Moacyr. Mergulho no Hiperespaço. Dimensões Esotéricas na Pesquisa dos Discos Voadores. Brasília, 1976, pág. 75.

Verdades

“As verdades contidas nas doutrinas religiosas são, afinal de contas, tão deformadas e sistematicamente disfarçadas”, escreve Sigmund Freud, “que a massa da humanidade não pode identificá-las como verdade.”

Freud, Sigmund. The future of an illusion. The Hogarth Press, Londres, 1961, pp. 44-45 in Campbell, Joseph. O herói de mil faces. Pensamento, São Paulo, 2007, p. 11.