Um homem com um pão

“Chegaram a um lugar solitário, muito cansados, e, com fome, não conseguiram nada para comer, porque estavam longe de qualquer povoação. Subitamente, porém, por graça de Deus, encontraram um homem com um pão. Deu-lho e se foi. Como não o conheciam, ficaram profundamente admirados.”

Frei Tomás de Celano. Primeira Vida: Vida de São Francisco de Assis Escrita em 1228 D.C, Ed. Família Católica,2018, Local: 563.

PRIMEIRO LIVRO

Capítulo 14- Volta de Roma para o vale de Espoleto

O desaparecimento do outro

“O desaparecimento do outro é precisamente a razão ontológica pela qual o smartphone nos torna solitários. Hoje, comunicamo-nos de forma tão compulsiva e excessiva precisamente porque estamos sozinhos e sentimos um vazio. Mas esta hipercomunicação não é satisfatória. Ela só aprofunda a solidão porque falta a presença do outro.”

HAN, Byung-Chul. Não coisas: Reviravoltas do mundo da vida. Ed. Vozes, 2021, Local 494.

Smarthphone