Mitos ou Histórias reais?

(…) Pois estaremos voltados neste momento, para problemas de simbolismo, e não de historicidade. Não nos importa muito se Rip Van Winkle, Kamar al-Zaman ou Jesus Cristo realmente existiram. Suas histórias constituem nosso objeto: e se essas histórias se acham tão amplamente difundidas pelo mundo – vinculadas a vários heróis de várias terras – Que a questão de saber se esse ou aquele portador local do tema universal pode ou não ter sido homem real, histórico, é secundária.

Campbell, Joseph. O herói de mil faces. Pensamento, São Paulo, 2007, p.  226.

Morte e nascimento

Apenas o nascimento pode conquistar a morte – nascimento não da coisa antiga, mas de algo novo. Dentro do espírito e do organismo social deve haver – se pretendemos obter uma longa sobrevivência – uma contínua “recorrência de nascimentos” (palingenesia) destinada a anular as recorrências ininterruptas da morte.

Campbell, Joseph. O herói de mil faces. Pensamento, São Paulo, 2007, p. 26.