Desenvolvimento da Intuição

“Como almas individualizadas, o Espírito manifesta progressiva mente Seu poder de conhecimento ao longo dos sucessivos estágios de evolução: como resposta inconsciente nos minerais, como sensibilidade na vida vegetal, como conhecimento sensitivo guiado pelo instinto nos animais, como intelecto, razão e intuição introspectiva não desenvolvida no homem, e como intuição pura no super-homem.

(…)

Assim como o instinto confina o animal dentro de limites estabelecidos, também a razão restringe o ser humano que não tenta se tornar um super-homem pelo desenvolvimento da intuição.”

YOGANANDA, Paramahansa. A Segunda Vinda de Cristo, A Ressurreição do Cristo Interior. Comentário Revelador dos Ensinamentos Originais de Jesus. Vol. I. Editora Self, 2017, pág. 271.

Capítulo 13: O segundo nascimento do homem: o nascimento no Espírito – Diálogo com Nicodemos, parte I.

Ensinamentos Passo a Passo

“A igreja cristã primitiva, após a entrega das “chaves” de São Pedro aos sucessivos líderes cristãos, afirmava que na realidade preservara cuidadosamente intacto, por um ou dois séculos, o espírito da primitiva organização secreta fundada por Jesus. A história das primeiras atividades da igreja cristã mostra que, embora o povo constituísse um grande círculo externo de adoradores e seguidores dos ensinamentos cristãos, ele recebia apenas uma forma velada e muito moderada dos princípios cristãos; no círculo interno secreto, de número limitado, os noviços eram introduzidos, passo a passo, nos mistérios e cada vez mais altos, até atingirem um grau de desenvolvimento e revelação que lhes permitia prosseguir no trabalho que Jesus iniciara e que transmitira a Seus discípulos.”

LEWIS, H. Spencer. As Doutrinas Secretas de Jesus. Rio de Janeiro: Biblioteca Rosacruz, V. II, Ed. Renes, 1983, p. 37-38.

Projetando Sua Personalidade e Consciência

“O aparecimento de Jesus entre Seus Discípulos em várias ocasiões durante o período de recuperação constitui, em diversos casos, uma demonstração mística do Mestre, projetando Sua personalidade e consciência a locais distantes de Seu corpo físico. Estas demonstrações de leis espirituais elevadas eram comuns, não só para Jesus, mas, também para muitos eminentes Avatares do passado, alguns de Seus Apóstolos e Discípulos e muitos irmãos da Grande Fraternidade Branca que se faziam visíveis em pontos distantes com bastante frequência. Hoje em dia encontramos nos ensinamentos Rosacruzes as leis simples que auxiliam homens e mulheres a alcançarem o elevado grau de desenvolvimento psíquico que lhes permite projetarem a consciência psíquica a um ponto distante, de acordo com sua vontade, e se tornarem visíveis às elevadas faculdades de pessoas igualmente desenvolvidas e que chegaram ao necessário grau de receptividade.”

LEWIS, H. Spencer. A Vida Mística de Jesus. Curitiba, PR: AMORC, 2001, p. 253.

Senda que Leva ao Círculo Interno.

“O desenvolvimento espiritual é um problema de evolução, a qual só é rápida para bem poucos. O maior trabalho deve ser dirigido às massas, para permitir que umas poucas pessoas possam encontrar a Senda que leva ao círculo interno.”

LEWIS, H. Spencer. A Vida Mística de Jesus. Curitiba, PR: AMORC, 2001, p. 209.

Os Estudos Ecumênicos de Jesus

Segundo as instruções enviadas para a escola do Carmelo pelo Templo Supremo de Heliópolis, o jovem Avatar deveria completar sua educação com um completo estudo das religiões e ensinamentos antigos das várias seitas e credos que mais haviam influenciado o desenvolvimento da civilização. Em outras palavras, Ele deveria se familiarizar com os dogmas das chamadas religiões pagãs, antes de encetar os estudos relativos à evolução dos ritos e crenças pagãos para os princípios e credos mais elevados ensinados nas escolas de mistério do Egito.”

LEWIS, H. Spencer. A Vida Mística de Jesus. Curitiba, PR: AMORC, 2001, p. 162.

Compreensão e Iluminação

A negação retira a consciência do nosso desconforto, buscando a liberação sem levar em conta nossa experiência. Isso soa familiar? O Buda abandonou seu retiro na floresta por ter compreendido que o desenvolvimento espiritual não seria possível por meio da negação do mundo físico, dos pensamentos, das emoções e percepções. Em outras palavras, ele entendeu que atingir a iluminação não será possível se rejeitarmos e negarmos os acontecimentos que são a nossa vida em si.”

MATTIS-NAMGYEL, Elizabeth. O Poder de uma Pergunta Aberta: o caminho do Buda para a liberdade. Teresópolis, RJ: Lúcida Letra,  2018. p. 65.

Dever e Necessidade

“O dever define a submissão que nos cabe a certos princípios estabelecidos como leis pela Sabedoria divina, para o desenvolvimento de nossas faculdades.

Para viver em segurança, ninguém desprezará a disciplina.

Obedecem as partículas elementares no mundo atômico, obedece a constelação na glória da imensidade.

O homem viajará pelo firmamento, a longas distâncias do lar em que se lhe vincula o corpo físico; no entanto, não logrará fazê-lo sem obediência aos princípios que vigem para os movimentos da máquina que o transporta.

Dessa forma, simbolizar o dever como sendo a faixa de ação no bem que o supremo Senhor nos traça à responsabilidade, para a sustentação da ordem e da evolução em sua obra divina, no encalço de nosso próprio aperfeiçoamento.

Xavier, Francisco Cândido / Emmanuel. Pensamento e Vida. Federação Espírita Brasileira, Brasília, 2016, p. 87.

Prazer ao Servir

“Nas contingências naturais do desenvolvimento terrestre, o Espírito encarnado é compelido a esforço incessante, para o sustento do corpo físico. Recolhe, de graça, a água pura, os princípios solares e os recursos nutrientes da atmosfera; entretanto, é preciso suar e sofrer em busca da proteína e do carboidrato que lhe assegurem a euforia orgânica.

Xavier, Francisco Cândido / Emmanuel. Pensamento e Vida. Federação Espírita Brasileira, Brasília, 2016, p. 32.

A Importância dos Estudos Parapsicológicos

Tudo se resume ao domínio do relacionamento preciso, científico e, a seguir, técnico, operante, entre espaço e hiperespaço. Você já transmitiu, em decorrência de seus próprios estudos chamados parapsicológicos, suas observações durante todo o tempo de dedicação a pesquisa que acabou nos sensibilizando e mais, e principalmente pela intuição que em você já é uma faculdade realmente em sensível desenvolvimento. Você já tem expressado pela palavra ou pela escrita, acentuamos, algo de grande importância sobre esse relacionamento espaço-hiperespaço. Aqui, iremos aprofundar bem mais o assunto até uma possível compreensão para vocês dos nossos fantásticos deslocamentos.”

UCHÔA, Alfredo Moacyr. Mergulho no Hiperespaço. Dimensões Esotéricas na Pesquisa dos Discos Voadores. Brasília, 1976, pág. 134.

Visão Sistêmica Transcendental

“(…)E mais, se pensarem que, no planeta em que se encontram, todo o seu condicionamento biofísico-químico se acha lançado como em um TRANSCENDENTAL LABORATÓRIO, em que se preparam e se desenvolvem múltiplos caminhos de expressão do Poder Criador, ainda não próprios para as preocupações do interesse humano atual?! Se assim o fizerem, se assim pensarem mesmo por breves instantes, poderão intuir do valor que todos devemos dar a toda revelação de energia transformadora que possamos surpreender, desde a densidade da matéria de aparência estática até às mais sutis e dinâmicas formas que deixem entrever o evoluir planetário.”

UCHÔA, Alfredo Moacyr. Mergulho no Hiperespaço. Dimensões Esotéricas na Pesquisa dos Discos Voadores. Brasília, 1976, pág.113.