A Verdade é Uma Só

A verdade é uma só: a exata correspondência com a Realidade. As encarnações divinas não vêm trazer uma religião nova ou exclu sivista, mas restaurar a Religião Única da realização divina. Todos os grandes mestres, como ondas, banham-se no mesmo Mar Eterno e tornam-se Um com Ele. As mensagens externamente distintas dos profetas são parte da necessária relatividade que se adapta à diversi dade humana. É a estreiteza mental que cria a intolerância religiosa e as denominações separatistas, reduzindo a verdade a uma adoração ritualista e a um dogmatismo sectário; a forma é confundida com o espírito. A mensagem essencial de autêntico contato entre o homem e seu Criador é diluída pela ignorância. A humanidade bebe dessas águas poluídas e não compreende de modo algum por que sua sede espiritual permanece. Somente as águas puras podem saciar uma sede opressiva.”

YOGANANDA, Paramahansa. A Segunda Vinda de Cristo, A Ressurreição do Cristo Interior. Comentário Revelador dos Ensinamentos Originais de Jesus. Vol. I. Editora Self, 2017, pág. 267.

Capítulo 13: O segundo nascimento do homem: o nascimento no Espírito – Diálogo com Nicodemos, parte I.

Percepção Intuitiva da Verdade

“O “segundo nascimento”, cuja necessidade é mencionada por Jesus, leva-nos ao domínio da percepção intuitiva da verdade.”

*Nota: Que ninguém suponha”, diz a Teologia Germânica, “que chegamos a esta verdadeira luz e a este perfeito conhecimento (…) por ouvir dizer, ou por leitura e estudo, nem tampouco por extrema proficiência e grande erudição”. “Não é suficiente”, diz Gerlac Petersen, “conhecer somente por estimativas: precisamos conhecer por experiência”. Assim Matilde de Magdeburg comenta suas revelações: “A escritura deste livro foi vista, ouvida e experimentada em cada membro. (…) Eu o vejo com os olhos de minha alma e o escuto com os ouvidos do meu espírito eterno.” – Citado em Mysticism, de Evelyn Underhill, parte I, capítulo 4.

YOGANANDA, Paramahansa. A Segunda Vinda de Cristo, A Ressurreição do Cristo Interior. Comentário Revelador dos Ensinamentos Originais de Jesus. Vol. I. Editora Self, 2017, pág. 266.

Capítulo 13: O segundo nascimento do homem: o nascimento no Espírito – Diálogo com Nicodemos, parte I.

Crenças, Ação e Resultado

“Perguntas de resultado esperado – O que você quer? O que você realmente quer? Perguntas sobre o valor do resultado esperado – Por que isso é importante para você? O que te impede de obter o que quer? Perguntas sobre crenças – Do que pode se arrepender se fizer/não fizer? Quem vai julgar suas ações?”

(…)

“Comentário do Coach – Estou ouvindo que o que você realmente quer é “isso”. O que te impede de obter “isso”?”

(…)

“Este pensamento/crença é verdade? Como eu seria se não tivesse este pensamento/crença? Como este pensamento/crença me apoia e como me atrapalha no sentido de ter as minhas necessidades atendidas?”

GOLDEMBERG, Gilda. Perguntas Poderosas: Um guia prático para aprender a
perguntar e alcançar melhores resultados em coaching. Ed. Casa do Escritor – 2a Edição, 2019. Versão Kindle, posição 861-880.

Então és Rei?

“Pilatos disse-lhe: Então és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei; por essa causa nasci e vim, para que todo aquele que é da verdade ouça minha voz. Pilatos disse-lhe: O que é a verdade? Disse-lhe Jesus: A verdade é
do céu. Pilatos diz: Não há verdade sobre a terra? Jesus disse a Pilatos: Vês como os que falam a verdade são julgados por aqueles que têm autoridade na terra.”

Nascimento, Peterson do. O Evangelho Segundo Nicodemos (Coleção Apócrifos do Cristianismo Livro XI) – Versão Kindle, Posição 270.

Ressureição é Revelação

“A ressurreição não tem nada desse caráter. É a verdade firme. É a revelação do que é, e a transformação das coisas, e uma transição para o frescor. Incorruptibilidade invade a corrupção. A luz desce sobre a escuridão, engolindo obscuridade.”

Nascimento, Peterson do. O Tratado Sobre a Ressureição (Coleção Apócrifos do
Cristianismo Livro XVII) – Versão Kindle, Posição 179.

As Partis Vivas do Interior se Elevarão

“As partes visíveis do corpo que estão mortas não serão salvas. Somente as partes vivas que existem no interior se elevarão. O que é a ressurreição? É a revelação daqueles que ressuscitaram. Se você se lembra de ler no evangelho que Elias apareceu e Moisés com ele, não suponha que a ressurreição seja uma ilusão. Não é ilusão. É verdade. É mais apropriado dizer que o mundo é uma ilusão, e não a ressurreição que é por causa de nosso Senhor, o Salvador, Jesus, o Cristo.

Nascimento, Peterson do. O Tratado Sobre a Ressureição (Coleção Apócrifos do
Cristianismo Livro XVII) – Versão Kindle, Posição 163.

Filho de Deus Se Tornou Filho do Homem

“(…) o Filho de Deus se tornou Filho do Homem. Ele abraçou as duas qualidades, possuindo humanidade e divindade, para que pudesse, por ser Filho de Deus, vencer a morte e, por ser Filho do Homem, restaurar o pleroma.

(…)

No começo, Ele estava acima como uma semente da verdade, que foi antes do surgimento do cosmos. Na estrutura cósmica, muitos domínios e divindades surgiram.”

Nascimento, Peterson do. O Tratado Sobre a Ressureição (Coleção Apócrifos do
Cristianismo Livro XVII) – Versão Kindle, Posição 117 -118.

Cristo, a Luz do Cristianismo

“O pensamento gnóstico é muito parecido com a religião hindu. A própria idéia do Cristo, do Grego Χριστός, que significa “Ungido” tem o mesmo sentido da palavra Buda, do Sânscrito बुद्ध (Buddha), que significa “Desperto”, o Iluminado. Quem é Cristo senão a própria Luz do cristianismo, ou segundo o gnosticismo: despertando a consciência pode-se conhecer a verdade e conhecendo a verdade teremos a libertação, ou seja, a Iluminação.”

Nascimento, Peterson do. Evangelho Copta dos Egípcios (Coleção Apócrifos do
Cristianismo Livro XVI) – Versão Kindle, Posição 635.