Quietude

Em meditação | Dia IV

Meditamos juntos, eu e Ju, antes de gravar a aula 6 do curso sobre Yeshua. Amanheci com dor de cabeça leve e pensei em meditar antes da aula, adiando meus planos de tomar um comprimido. Não percebi quando a dor se foi em meio ao estado.

Vi um pauzinho de canela entrando no meu chakra frontal. Ainda não consegui auferir sentido.

Nota complementar de 7 de abril:

Ainda intrigado, porque Ju continua passando mal com os enjoos e estômago, fui pesquisas o sentido da canela e encontrei duas curiosas curiosas:

Considerada símbolo da sabedoria, a canela foi usada na Antiguidade pelos gregos, romanos e hebreus para aromatizar o vinho e também com fins religiosos na Índia e na China. (MulherPortuguesa.com)

Mais a frente ainda encontro a seguinte referência:

Usada pelos Gregos como símbolo da sabedoria e do amor, suas funções terapêuticas são bastante usadas para digestão lenta, febres, vômitos, hipertensão, resfriados, gases, úlcera estomacal e dores no abdômen. (Dica de Benzedeira)

 

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.