Tradições e Pioneirismo

Nos Estados Unidos, o primeiro Bruxo a “se reconhecer como tal” fui eu, Raymond Buckland. Naquela época, não havia covens nesse país. (…) Hoje, aquele que deseja ser Bruxo tem um vasto leque de tradições entre as quais escolher: gardneriana, celta, saxônica, alexandrina, druida, algard, nórdica, irlandesa, escocesa, siciliana, huna, etc.

(…) todos somos diferentes, Não é de se surpreender que não exista uma religião que sirva para todas as pessoas. Da mesma maneira, não existe um único tipo de Bruxaria que sirva para todos os Bruxos.

Buckland, Raymond. Livro completo de bruxaria de Raymond Buckland: tradição, rituais, crenças, história e prática. Editora Pensamento Cultrix, São Paulo, 2019, p. 44.

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *