O Pai de Todas as Coisas

Diário Espiritual de 22 de janeiro de 2019

[Eu pensava sobre O TODO como mente. E Sobre a possibilidade que temos, por nossa mente finita, de participar da mente infinita, e através dessa comunhão, exercer poder sobre os planos manifestos no universo; quando…]

“E é da comunhão da mente finita com a Infinita Mente Vivente que manifestamos a vida eterna, sendo um com o UNO. O caminho ascencional passa pelo desenvolvimento de um relacionamento mental íntimo com o Pai de todas as coisas, aquele cuja voz ecoa pelo Universo manifesto e é reconhecida pelo nosso coração em todos os seus planos de existência. É no cardíaco que se encontra a bússola existencial de cada ser. Se com a mente e a razão buscamos avançar na compreensão do Universo, com o coração descobrimos as correntes fluidas do amor movimento e por elas navegamos confiantes para aquele que nos amou primeiro e incessantemente nos convida a participar de seu amor.”

Heitor / O amigo Iniciado

Observação: 

Chamou-me a atenção o nome PAI DE TODAS AS COISAS.

Somente no dia 21 de março de 2019, quando leio Corpus Hermeticum, No parágrafo 27 de Poimandres, Hermes diz: “quando dirigi ao Pai das coisas ações de graça e bençãos”…

Em 11 de abril de 2019, capítulo V de Corpus Hermeticum, item 8: “Tal é a grandeza do pai de todas as coisas…” E depois do item 10: “porque é o pai de todas as coisas”

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.