Significado Não Literal

Seus discípulos disseram a ele: “Vinte e quatro profetas falaram em Israel e todos falaram em vós. Ele lhes disse: “Vocês ignoraram o que vive em sua presença e falaram (apenas) dos mortos. *(Evangelho de Tomé42.l3-l8, em NHL 124.)

Esses cristãos gnósticos viam os acontecimentos reais como secundários à percepção do seu significado.

Por essa razão, esse tipo de gnosticismo partilha com a psicoterapia uma fascinação pelo significado não-literal da linguagem, como uma tentativa de entender a qualidade interna da experiência.

PAGELS, Elaine. Os Evangelhos Gnósticos. Editora Objetiva, 1979, pág. 151.

Capítulo: 6- Gnosis: Autoconhecimento Como Conhecimento de Deus.

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *