Novas Perspectivas no Campo Ufológico

“Dessa forma, é de concluir-se ter sentido haver razão bem fundamentada para a preparação de um grupo de pesquisa em que haja realmente sensitivos desenvolvidos e capazes, podendo conseguir, uma vez provada a telepatia com aqueles operadores e caso eles queiram e/ou concordem, transmitir orientação nessa pesquisa, instruções de natureza vária, conferindo, afinal, a essa investigação, uma outra dimensão, que não a de sujeição permanente a aparições esporádicas, fotografias, projeções no radar etc. Nem por isso, estas últimas seriam de menor valia para esses pesquisadores de nível avançado, pois informam substancialmente e ainda muito comprovariam ao perplexo investigador, tão ávido de interesse em relação a qualquer manifestação objetiva desse campo, a realidade da investigação feita. Não há dúvida, pois, que o exercício seguro, em um grupo de pesquisa, em local próprio, de faculdades dessa natureza paranormal, parece indicado a oferecer perspectivas novas no campo da ufologia.

UCHÔA, Alfredo Moacyr. Mergulho no Hiperespaço. Dimensões Esotéricas na Pesquisa dos Discos Voadores. Brasília, 1976, pág. 46.

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.