O Amor é o Dínamo da Elevação

Diário Espiritual de 09 de agosto de 2019

“Provas do nosso trabalho de amor, sem jamais lhes roubar o mérito que possuam”. Quando pela primeira vez me foi explicado esta extraordinária realidade, fui assaltado de grandes dúvidas e perturbações no espírito, receando estar vivendo um processo de rendição aos domínios religiosos.

Subvertido pelos interesses institucionais, egóicos e financeiros dos institutos religiosos, o amor se transformou em commodity das mais vulgares no comércio secular do afeto. Quando seres da envergadura espiritual do Cristo nos falam do amor, apontam para um caminho místico de sintonia e conexão com o fluxo da plenitude da vida imortal que flui por todos os sentidos e em todas as dimensões a partir do TODO, Pai de tudo o que há.

O amor é o idioma da existência humana em sua plenitude. É o signo sinal, sintoma ascensional e justa medida do avanço de todas as coisas criadas.

O amor é o dínamo da elevação da alma humana que flui por todas as dimensões da realidade. E se buscamos humanos que sejam sinais históricos desta dinâmica amorosa, é porque estamos comprometidos com o fomento de uma nova era que há de levar o projeto da humanidade à um novo patamar.

Que possamos não desperdiçar oportunidades de aspergir e impregnar os ambientes por onde passarmos e as pessoas com quem nos relacionarmos com o amor puro, sincero, dinâmico, acolhedor, inspirador, impulsionador. Aproveitemos bem as oportunidades de gentileza e expressão de bem.”

General Uchôa

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.