O Nascimento da Virgem

“(…) se eu não conseguir fazer o leitor compreender, ou quem sabe apreender o verdadeiro mistério da concepção de Jesus, será por falta de palavras adequadas que expressem em termos gerais algo que todo místico compreende interiormente, e também por causa da impossibilidade de alguns leitores lerem nas entrelinhas e tomarem ciência daquilo que não posso reduzir a precárias palavras impressas.

Primeiramente, deverá ser compreendido por aqueles que se acercarem deste grande mistério com a mente aberta e destituída de preconceitos que Jesus não foi o primeiro grande Mestre, Avatar ou Filho de Deus a “nascer de uma virgem”. A versão cristã autorizada da concepção e do nascimento de Jesus apresenta a história como se fosse única e exclusivamente uma manifestação cristã. Se em nenhuma outra época da História dos mensageiros de Deus na Terra, ou da realização dos planos de Deus para a redenção do homem em todas as eras e ciclos, tivesse ocorrido um acontecimento semelhante ou uma manifestação semelhante dos grandes poderes místicos do universo, operando na forma de manifestação não usual do Deus onipotente, então o mistério da concepção e do nascimento deste grande homem seria bem mais difícil de explicar e muito mais difícil de compreender.

Para os místicos do Oriente em todas as terras e em todas as épocas, o grande mistério da Virgem e do nascimento espiritual de um Filho de Deus não só é uma possibilidade mas um fato natural na vida de todo grande Avatar.

LEWIS, H. Spencer. A Vida Mística de Jesus. Curitiba, PR: AMORC, 2001, p. 70.

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.