Quando Lembro de Chico

Diário Espiritual de 22 de agosto de 2018

Acordei às 5h com a claríssima ideia em mente: Chico quer pagar, com o seu jeitinho, a todos os envolvidos na produção. Se tornou plenamente lúcida a ideia do cheque abaixo em minha mente, como primeiro pensamento do dia. Não houve processo criativo. Apenas a certeza do que devia ser feito.

Sintonia na Fazenda Ribeirão, antes da chegada da equipe de pré-light do documentário “Quando lembro de Chico”. Harmonia e sentimento de presença do General Uchoa e do Heitor, sempre à minha esquerda e direita, respectivamente. 

Ao registrar isso, considero curioso o fato de que o General estando ligado aos estudos, sempre me aparece a minha esquerda (lado racional do cérebro) e o Heitor, ligado ao Amor-Movimento, sempre me parece a minha direita (lado emocional do cérebro).

Não houve comunicação senão a redação do roteiro do filme.

A noite, reunião com a liderança espírita da cidade de Jundiaí e lançamento da cidade para Sede do XXII Encontro Nacional dos Amigos de Chico Xavier em 2019.

Realizamos painel com os entrevistados no Centro Espírita Fraternidade. Fomos bem acolhidos!

________________

6º dia de desintoxicação

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.