Como Embaixo é Em Cima

“Por que se surpreender que esses maus espíritos desencarnados habitem o outro lado da existência quando mesmo neste lado da vida existem demônios e pessoas demoníacas? Se as almas são imortais, então, de acordo com a lei de causa e efeito, é lógico esperar que, quando uma pessoa demoníaca abandona o tumulto mortal e passa para a vida futura pelo portal da transformação física denominada “morte”, ela não se torne um anjo, mas continue a ser um demônio.”

YOGANANDA, Paramahansa. A Segunda Vinda de Cristo, A Ressurreição do Cristo Interior. Comentário Revelador dos Ensinamentos Originais de Jesus. Vol. I. Editora Self, 2017, pág. 441.

Capítulo 24: A expulsão de demônios.

Demasterialização do Corpo

Sobre a desmaterialização do corpo de Jesus

“O corpo de Jesus foi desmaterializado para evitar seu uso indevido, em outras palavras, sublimou, passou do sólido para o gasoso. Quando houve o desprendimento do duplo etérico, a cisão foi tão intensa que o organismo físico incinerou, mas isso foi programado para evitar o uso do corpo.”

Dr. Espanhol (Por intermédio de Mônica de Medeiros)

A Descida de Jesus Cristo ao Inferno

“(…) a segunda parte do Evangelho de Nicodemos, que é uma adição posterior, mas muito significativa, que é a descida de Jesus Cristo ao inferno.”

(…)

“Um relato interessante do texto é a noção de inferno, típica da Idade Média, como está escrito: “Quando o inferno e a morte e seus ministros iníquos viram estas coisas, eles foram tomados pelo medo” (Evangelho Segundo Nicodemos, capítulo 22, versículo 1).”

(…)

“Ou seja, o texto faz distinção entre Satanás, o Inferno e a Morte.”

Nascimento, Peterson do. O Evangelho Segundo Nicodemos (Coleção Apócrifos do Cristianismo Livro XI) – Versão Kindle, Posição 1119-1135.

O Rei da Glória Prendeu Satanás

“Então o rei da glória, em sua majestade, pisou a morte, e prendeu Satanás, o príncipe, e o entregou ao poder do inferno, e trouxe Adão a ele para seu próprio brilho.”

(…)

“Pois eis que agora, este Jesus pelo brilho da sua majestade faz fugir todas as trevas da morte, e quebrou as profundezas das prisões, e libertou os prisioneiros e soltou os que estavam presos.”

(…)

“E o Senhor estendeu a mão e disse: Vinde a mim, todos os meus santos, que têm minha imagem e semelhança. Vós que pela árvore e pelo diabo e pela morte foram condenados, eis agora o diabo e a morte condenados pela árvore.”

(…)

“Mas o Senhor segurando a mão de Adão o entregou a Michael o arcanjo, e todos os santos seguiram Michael o arcanjo, e ele os trouxe todos para a glória e a beleza do paraíso.”

Nascimento, Peterson do. O Evangelho Segundo Nicodemos (Coleção Apócrifos do Cristianismo Livro XI) – Versão Kindle, Posição 760-812.

Prepara-te Para Receber a Jesus

“E enquanto todos os santos se regozijavam, eis que Satanás, o príncipe e chefe da morte, disse ao inferno: Prepara-te para receber a Jesus que se vangloria de ser o Filho de Deus, ao passo que é um homem que teme a morte e diz: Minha alma está triste até a morte. E ele tem sido muito meu inimigo, causando-me grandes ferimentos, e muitos que eu havia feito cego, coxo, mudo, leproso, e os possuía, ele sarou com uma palavra: e alguns que eu trouxe para a morte, ele os trouxe de volta a vida.”

(…)

“Quem é esse Jesus que, por sua própria palavra, sem oração, tirou de mim homens mortos?”

(…)

“E como Satanás, o príncipe e o inferno, falaram isso juntos, de repente veio uma voz como trovão e um clamor espiritual: Retira, ó príncipes, vossas portas, e levantai-vos, ó portas eternas, e o rei da glória entrará.”

(…)

“E como Davi falou assim ao inferno, o Senhor da Majestade apareceu na forma de um homem e iluminou a eterna escuridão e freou os laços que não podiam ser soltos; e o socorro de sua eternidade pôde nos visitar nós que estávamos sentados nas trevas profundas de nossas transgressões e na sombra da morte de nossos pecados.”

(…)

Quando o inferno e a morte e seus ministros iníquos viram estas coisas, eles foram tomados pelo medo, eles e seus oficiais cruéis, à vista do brilho de tão grande luz em seu próprio reino, vendo Cristo de repente em sua morada, gritaram, dizendo: Somos vencidos por ti. Quem és tu que és enviado pelo Senhor para nossa confusão? Quem és tu que, sem os danos da corrupção, e com os sinais da tua majestade sem mácula, condena com ira o nosso poder? Quem és tu que és tão grande e tão pequeno, humilde e exaltado, tanto soldado como comandante, um guerreiro maravilhoso na forma de um servo, e um rei de glória morto e vivo, a quem a cruz matou? Tu que jazeste morto no sepulcro desceu para nós, vivendo e na tua morte toda a criação tremeu e todas as estrelas
foram abaladas e você se libertou entre os mortos e derrotou nossas legiões.”

(…)

“Quem és tu que lança a tua luz divina e brilhante sobre os que foram cegados pela escuridão dos seus pecados? Da mesma maneira, todas as legiões de demônios foram atingidas pelo mesmo medo e gritaram todas juntas no terror de sua confusão, dizendo: De onde és tu, Jesus, um homem tão poderoso e brilhante em majestade, tão excelente sem mancha e limpo do pecado?”

(…)

“Quem, então, és tu que tão destemidamente entra em nossas fronteiras, e não apenas não teme nossos tormentos, mas tem a ousadia de tentar tirar todos os homens de nossos laços? Porventura, és tu Jesus, de quem Satanás, nosso príncipe, disse que, pela tua morte na cruz, devias receber o domínio do mundo inteiro.”

Nascimento, Peterson do. O Evangelho Segundo Nicodemos (Coleção Apócrifos do Cristianismo Livro XI) – Versão Kindle, Posição 690-756.

Esta é A Luz do Pai, o Filho de Deus

“Agora, quando fomos colocados juntos com todos os nossos pais nas profundezas, na obscuridade da escuridão, de repente veio um calor dourado do sol e uma luz roxa e real brilhando sobre nós. E imediatamente o pai de
toda a raça dos homens, juntamente com todos os patriarcas e profetas, se alegraram, dizendo: Esta luz é o autor da luz eterna que prometeu enviar-nos sua luz co-eterna. E Isaías clamou e disse: Esta é a luz do Pai, o Filho de
Deus, como profetizei quando vivi na terra. A terra de Zabulom e a terra de Neftalim além do Jordão, da Galiléia dos gentios, o povo que andava nas trevas viu uma grande luz, e os que habitam na terra da sombra da morte,
sobre eles brilhou a luz. E agora veio e brilhou sobre nós que sentamos na morte.”

Nascimento, Peterson do. O Evangelho Segundo Nicodemos (Coleção Apócrifos do Cristianismo Livro XI) – Versão Kindle, Posição 651.

José de Arimatéia e o Sepulcro de Jesus

“Mas um certo homem chamado José, sendo conselheiro, da cidade de Arimatéia, que também procurou o reino de Deus, esse homem foi a Pilatos e implorou pelo corpo de Jesus. E ele o pegou, embrulhou-o em um pano de linho limpo e colocou-o em um sepulcro talhado, onde nunca havia sido posto homem.”

(…)

“Mas todos eles se esconderam, e só Nicodemos foi visto, pois ele era um governante dos judeus.”

(…)

“Da mesma forma, José também apareceu e disse-lhes: Por que é que vocês estão irritados comigo, porque eu implorei o corpo de Jesus? Eis que e o coloquei na minha nova tumba, enrolando-a em linho limpo, e rolei uma pedra sobre a porta da caverna. E não lideis bem com o justo, pois não se arrependeu quando o crucificaram, mas também o perfuraram com uma lança.”

(…)

“Mas os judeus se apoderaram de José e ordenaram que ele fosse posto em salvaguarda até o primeiro dia da semana; e disseram-lhe: Sabe que o tempo não nos permite fazer nada contra ti, porque o sábado amanhece; para que não obtenhas enterro, mas daremos a tua carne às aves do céu.”

(…)

“(…) agarraram José e o tomaram e o trancaram em uma casa onde não havia janela, e guardas foram postos à porta; e selaram a porta do lugar onde José foi encerrado.”

(….)

“E toda a multidão levantou-se cedo e tomou conselho na sinagoga para decidirem com que morte eles deveriam matá-lo. E, quando o conselho foi estabelecido, ordenaram que ele fosse trazido com grande desonra. E quando
eles abriram a porta, não o encontraram. E todo o povo ficou fora de si e maravilhado, porque encontraram os cadeados fechados, e Caifás tinha a chave.”

Nascimento, Peterson do. O Evangelho Segundo Nicodemos (Coleção Apócrifos do Cristianismo Livro XI) – Versão Kindle, Posição 395-419.

Blasfêmia Contra Deus

“Os anciãos, os sacerdotes e os levitas dizem: Se alguém blasfema contra César, ele é digno de morte ou não? Pilatos diz: Ele é digno da morte. Os judeus dizem a Pilatos: Se um homem é digno de morte, se blasfemar contra César, este blasfema contra Deus.

Nascimento, Peterson do. O Evangelho Segundo Nicodemos (Coleção Apócrifos do Cristianismo Livro XI) – Versão Kindle, Posição 283.

Você Tem a Ressurreição

“Se você sabe o que morrerá em si mesmo, embora tenha vivido muitos anos, por que não olhar para si mesmo e se ver ressuscitado agora? Você tem a ressurreição, mas continua como se tivesse que morrer quando é apenas a
parte destinada a morrer que é moribunda.”

Nascimento, Peterson do. O Tratado Sobre a Ressureição (Coleção Apócrifos do
Cristianismo Livro XVII) – Versão Kindle, Posição 196.

As Partis Vivas do Interior se Elevarão

“As partes visíveis do corpo que estão mortas não serão salvas. Somente as partes vivas que existem no interior se elevarão. O que é a ressurreição? É a revelação daqueles que ressuscitaram. Se você se lembra de ler no evangelho que Elias apareceu e Moisés com ele, não suponha que a ressurreição seja uma ilusão. Não é ilusão. É verdade. É mais apropriado dizer que o mundo é uma ilusão, e não a ressurreição que é por causa de nosso Senhor, o Salvador, Jesus, o Cristo.

Nascimento, Peterson do. O Tratado Sobre a Ressureição (Coleção Apócrifos do
Cristianismo Livro XVII) – Versão Kindle, Posição 163.