Diário Espiritual de 16 de outubro de 2018

“Meu filho, o grande prejuízo da desaceleração é que a gravidade e a inércia voltam a exercer domínio sobre o objeto que se pôs em movimento. Daí retomar a velocidade exige novo investimento energético. Por isso sempre dizemos que a perseverança é mais importante do que a intensidade, por que a constância na aceleração diminui o esforço para vencer a estagnação.

Todavia, seguimos nos enriquecendo em ambas as circunstâncias, já que  o caminho terrestre é um caminho de múltiplas experiências e infinitos aprendizados.

Não se esqueças que em sua jornada encarnatória, a base conjugal foi pré-definida não apenas como experiência fundamental para lhe ensinar ao espírito as coisas do amor, da convivência, do companheirismo, da lealdade e do amor incondicional dos filhos; mas também como pedra fundamental do movimento que nasce. Não se esqueça disso, pois que perderíamos séculos de trabalho para consertar tal problema. Ao contrário, faz surgir, dentro de si, a maior aula prática de todas: do amor abnegado, fiel, predisposto.

É hora de retomar com toda a força a nossa programação semanal! Avante Cabo! Avante!”

General

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.