O Modo de Conhecimento Depende da Mente

O modo como conhecemos as coisas depende da mente, nada além disso. Muitos de nós temos momentos de profundo contentamento quando não sentimos a necessidade de alterar, expressar, fugir ou agregar, de qualquer modo, algum significa do especial à nossa experiência. O contentamento profundo mostra-nos que, ao menos momentaneamente, nosso hábito de valorizar e proteger a nós mesmos daquilo que chamamos de “outro” desapareceu. Em momentos como esse, paramos de objetificar as coisas. Podemos deixar as coisas serem. E, quando a mente descansa tranquila desse modo, ela acomoda tudo, como o espaço.”

MATTIS-NAMGYEL, Elizabeth. O Poder de uma Pergunta Aberta: o caminho do Buda para a liberdade. Teresópolis, RJ: Lúcida Letra,  2018. p. 73

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.