Como Perguntar

“A pergunta mostra curiosidade genuína e é feita cuidadosamente; O foco das perguntas é predominantemente no futuro, por vezes no aqui e agora e raramente no passado; É curta, aberta e simples de entender, muitas vezes
parece genérica; Contém verbos de ação no infinitivo e o pronome “você”; Contém palavras no plural e advérbios de intensidade; Utiliza o linguajar e é dirigida a temas que interessam a quem responde; Ritmo, tom de voz e momento escolhido causam impacto no respondente; Contém valores e emoções que possam estar implicados no foco da conversa; Provoca o sujeito a refletir sobre suas capacidades para escolher um estado futuro; Refere quem o sujeito deseja ser; Implica o sujeito no estado atual; Há intensão em honrar um acordo
entre quem pergunta e quem responde (…)”

(…)

“A agenda da pergunta é de quem responde, e não de quem pergunta; O silêncio acontece em respeito a quem responde.”

GOLDEMBERG, Gilda. Perguntas Poderosas: Um guia prático para aprender a
perguntar e alcançar melhores resultados em coaching. Ed. Casa do Escritor – 2a Edição, 2019. Versão Kindle, posição 552 -567.

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.