Felicidade Verdadeira e Duradoura

“Jesus utiliza a palavra “tentação” para referir-se ao estado mental em que uma pessoa se encontra embriagada com um impulso maligno prejudicial, imaginando que este lhe trará felicidade, tornando-se de tal modo cega com esse pensamento que fique incapaz de perceber em que ações residem seu maior bem e sua felicidade verdadeira e duradoura. Sabendo que nessa noite começariam grandes provações para todos eles, Jesus aconselha os discípulos a fortalecer sua vontade com o poder divino acumulado mediante a oração e a meditação, de tal modo que a insinuação de Satã não exercesse influência sobre o livre-arbítrio deles nem os fizesse fraquejar.”

YOGANANDA, Paramahansa. A Segunda Vinda de Cristo, A Ressurreição do Cristo Interior. Comentário Revelador dos Ensinamentos Originais de Jesus. Vol. III. Editora Self, 2017, pág. 361.

Capítulo 73: A agonia de Jesus no jardim de Getsêmani e sua prisão.

Publicado por

Juliano Pozati

Strengths coach, Escritor, Espiritualista e empreendedor. Membro do Conselho do The Institute for Exoconsciousness (EUA). Meio hippie, meio bruxo, meio doido. Pai do Lorenzo e fundador do Círculo. Bacharel em Marketing, expert em estratégia militar, licenciando em filosofia. Empreendedor inquieto pela própria natureza. Seu fluxo é a realização!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.